HomeVideoAutor da Própria Saúde – Dente de Leão [colesterol, gordura no fígado, diabetes, alergias]

Autor da Própria Saúde – Dente de Leão [colesterol, gordura no fígado, diabetes, alergias]



INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER:
http://saudepelasplantas.klickpages.com.br/newsletter

DENTE DE LEÃO
Taraxacum officinale

Planta alimentícia não convencional.
Suas folhas apresentam excelente ação diurética no prazo de 5 horas após a primeira dose.
Apresenta uma excelente capacidade de inibir a formação de colesterol, reduzindo expressivamente a presença de triglicérides no plasma sanguíneo no prazo de algumas horas, com apenas uma dose do extrato de suas folhas. Estes resultados indicam o uso de Dente-de-leão para o tratamento da obesidade e da arteriosclerose, por exemplo.
Sua ação ainda reduziu expressivamente o índice de gordura no fígado, aumentando a excreção der gordura pelas fezes, e facilitou a ação da insulina no processamento do açúcar, contribuindo para o tratamento da diabetes.
As folhas e raízes de Dente-de-leão ainda apresentam uma boa atividade anti-inflamatória e protetora do fígado, inclusive nos casos de cirrose, hepatite e transplantes.
Outra ação interessante de suas raízes é no controle de alergias, modulando as respostas imunes do organismo.
Existe, ainda, uma ação anti-fertilidade masculina do Dente-de-leão, reduzindo o numero de espermatozoides e sua viabilidade.
Alguns estudos demonstram uma atividade antidepressiva do extrato das folhas e da raíz de Dente-de-leão.
Contra o câncer, os extratos de Dente-de-leão apresentaram uma forte ação de indução de células cancerígenas à apoptose, o que justifica seu uso atual contra câncer de mama e câncer no colo do útero.

http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0024320503009809
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4959335/
http://link.springer.com/article/10.1007/s10068-014-0113-5
http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.3109/13880209.2013.876432
http://www.mdpi.com/2076-3271/3/2/38/htm
http://www.fasebj.org/cgi/content/meeting_abstract/21/6/A1122-c
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0378874111001127
http://ocean.kisti.re.kr/downfile/volume/ksfn/HGSPB1/2008/v21n3/HGSPB1_2008_v21n3_275.pdf
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0378874107004850
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0378874110003661?np=y
http://online.liebertpub.com/doi/abs/10.1089/jmf.2011.0282
http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.3109/08923970009026009
http://online.liebertpub.com/doi/abs/10.1089/jmf.2009.1249
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23603008
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2820990/pdf/ijms-11-00067.pdf
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2788186/pdf/nrp-2-200.pdf

source

Previous post
THE DIABETES EPIDEMIC: A MEDICAL CATASTROPHE
Next post
Ryan Reed Story

Leave a Reply

Be the First to Comment!

Notify of
avatar
wpDiscuz